quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Dicas de Livros: As Cem Melhores Histórias da Mitologia



A guerra de Tróia, Os doze trabalhos de Hércules, A história de amor de cupido e Psiquê. A desgraça de Édipo, O retorno de Ulisses a Ítaca... todas essas histórias, as maiores batalhas do mundo antigo, o nascimento dos mais célebres heróis de então, os principais episódios envolvendo deuses e deusas do Olimpo, mortais, imortais, monstros e bestas são aqui relatados na sua forma original. Os mitos não são mitos, mas sim personagens vívidos e de carne e osso que pensam, sentem e amam.

Fonte da Imagem:


Por: Lúcio Nunes

Curiosidades: A Maior Tsunami do Mundo



A maior onda já registrada aconteceu em Nove de julho de 1958, no Alasca. Ela ocorreu devido a um terremoto que atingiu entre 7.9 e 8,3 a escala Richter. O Epicentro foi a 13 km de distância do local onde essa onda “estourou”. Essa gigantesca onda media nada mais nada menos que 524 metros!
A área atingida era desabitada, causando prejuízos apenas na vegetação.

Fonte:
http://3.bp.blogspot.com/-dGj04x4NrKs/UjD7XwfVI6I/AAAAAAAAEH8/QgfCXGgkES8/s400/Megatsunami.jpg

Revista Mundo Estranho - Fevereiro de 2012

Texto: Patrícia Hargreaves

Por: Lúcio Nunes

Dicas de Jogos: Medal Of Honor – Rising Sun (PS2)



Que tal ir para o Havaí e pegar um barco? Se a resposta for sim, a sua passagem é para o dia 7 de Dezembro de 1941, na base americana de Pearl Harbor, na ilha O'ahu, no Havaí.
Trata-se de um jogo da franquia Medal Of Honor que transporta o jogador diretamente para os navios da base americana no momento dos ataques dos japoneses kamikazes. Durante a experiência do jogo, o jogador deverá derrubar aviões japoneses, destruir tanques, e enfrentar soldados adversários em selva.
Um fator que diferencia dos demais títulos, é que em Medal Of Honor – Rising Sun há a opção de modo multiplayer em campanhas semelhantes ao modo single player.
Sem dúvida mais um dos títulos que entra no hall dos clássicos do console PlayStation 2.
Obs: Antes de jogar, sempre observe a classificação indicativa (idade adequada para o jogo).
Por: Lúcio Nunes

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Os Cavaleiros e a Mitologia: Ikki de Fênix

*Este post contém spoilers.

Hoje apresentaremos um dos cavaleiros mais fortes da série: Ikki de Fênix.

Ikki de Fênix.

Ikki, Um Cavaleiro Especial Como a Fênix

Quer um fato mais especial do que ser cavaleiro de uma constelação chamada Fênix?
Difícil... Ikki parece ser a representação perfeita da Ave mitológica, possuí uma força incrível e quando todos pensam que ele irá sucumbir, ressurge, de maneira magistral, como a imortal e lendária ave. Além disso, o próprio significado de seu nome assemelha-se ao seu destino, o significado do nome Ikki? “Brilho Singular”.
No início da história Ikki surge como vilão na série. Ele interrompe o torneio da Guerra Galáctica e rouba diversas partes da armadura de ouro de sagitário (que era o prêmio do torneio). Ikki comandava então os chamados Cavaleiros Negros (podemos dizer que estes eram cavaleiros renegados por Atena que viviam a base de seu egoísmo. Ambos Treinaram na Ilha da Rainha da Morte, fabricaram suas armaduras semelhantes a dos cavaleiros de bronze, sendo que, cada constelação de um cavaleiro de Atena possuía uma armadura negra, até mesmo semelhante ao próprio Ikki de Fênix).
O golpe "Ave Fenix"
Passado o período das batalhas com os cavaleiros de bronze, Ikki descobre que o Mestre do Santuário detém um plano e que sua traição frentes aos cavaleiros de bronze fazia parte desse plano. Reconhece o seu erro, posteriormente jura ser um protetor da deusa Atena como os demais cavaleiros, e o principal: Vira anjo da guarda de seu irmão mais novo, Shun de Andrômeda. Ikki sempre aparece nos momentos que o irmão se encontra em perigo salvando-o, mas nem sempre foi assim.

Ikki Tinha Suas Razões

Para quem não acompanhou toda série, isso talvez tenha passado despercebido. Na realidade, Shun deveria ter ido para Ilha da Rainha da Morte. Houve um sorteio entre todos os cavaleiros para ver qual seria o local que deveriam treinar, e qual armadura estes seriam predestinados. Shun Retirou o papel para Ilha da Rainha da Morte e Ikki para a Ilha de Andrômeda.

Ikki prometeu que sempre iria proteger seu irmão Shun.

Ikki defensor de seu irmão desde sempre, sabendo da fragilidade existente em seu irmão e sabendo o que o esperaria na Ilha da Rainha da Morte trocou os papéis e decidiu ir ao invés do Irmão prometendo retornar com a armadura sagrada de Fênix.
É importante dizer que há diferenças entre a versão anime (Desenho na televisão) e o Mangá (Gibi Japonês), mas não entrarei em detalhes, pois, no caso de Fênix a ordem dos fatores não alterou o produto final.
Para conseguir a armadura de Fênix, Ikki teve que derrotar o seu mestre, Guilty (Líder supremo da ilha). Guilty afirma que para conseguir a armadura, Ikki deveria expulsar todo ódio que havia em seu cosmo. Ikki não o conseguia fazer e assim o seu mestre assassina a própria filha, a bela Esmeralda (Que tinha traços semelhantes a do seu irmão Shun, Ikki a adorava) despertando assim um ódio terrível no cosmo de Ikki.  Convicto da culpa que seu irmão detinha sobre o seu destino Ikki reúne um exército (Cavaleiros Negros) e decide por em prática um plano de vingança contra todos os cavaleiros de bronze e a organização ao qual pertenciam.

Particularidades da Armadura de Fênix

Primeira versão da armadura de Fênix no anime.

- Ressurgir das próprias cinzas.

- As penas da calda da armadura de Fênix podem ser utilizadas como shurikens (estrelas ninjas).

- No mangá todos os cavaleiros possuem uma "cópia" que são chamados cavaleiros negros. Na versão do anime, a armadura de Fênix é uma das cinco armaduras que possuem uma "cópia" denominada armadura de Fênix Negro.  

Fênix Negro.

- A armadura de Fênix evolui no anime (desenho) tendo inúmeras versões, no mangá (gibi japonês) há evoluções, mas, sem uma modificação radical Nota-se uma grande diferença entre a primeira versão (V1 - Guerra Galáctica e Batalha das Doze Casas) e a segunda versão (V2 - Batalha de Asgard) no anime.

 - É uma das cinco armaduras que conseguiu atingir o status de armadura Divina.

Outras Armaduras

Após receber o sangue dos cavaleiros de ouro para a restauração das armaduras de bronze, a armadura de Fênix na Batalha contra os Generais Marinas de Poseidon torna-se dourada como a dos cavaleiros de ouro. Seria na verdade um brilho dourado por alguns instantes.

Ikki com a armadura dourada de Fênix.

A armadura de Fênix torna-se divina, porém, não recebeu o sangue da Deusa Atena na sua restauração. Essa evolução da armadura ocorreu após o contato do cavaleiro Ikki de Fênix com o sangue da deusa que estava transbordando no vaso em que ela foi presa por Hades. Essa armadura lendária só pode ser utilizada por guerreiros especiais e é chamada de Kamui (São denominadas Kamui as armaduras que protegem os deuses do Olimpo, apesar de serem chamadas de Kamui no anime, as armaduras divinas dos cavaleiros são as que mais se aproximam das armaduras dos deuses do Olimpo). É bom lembrar que as armaduras divinas só aparecem na batalha dos Campos Elísios contra o deus Hades.

Ikki com a armadura de Fênix.
Por ser um guerreiro defensor da deusa Atena, ser do signo de Leão e ser um dos Cavaleiros valentes entre os cavaleiros de Atena, Ikki é protegido pela armadura de Leão na batalha dos Campos Elísios. Vale lembrar que essa armadura protegia Aioria de Leão.

Ikki com a armadura de ouro de Leão.

Por Dentro da História: O Mito Chamado Fênix

Segundo a mitologia, a ave poderia viver cerca de 500 anos.

Em linhas gerais o que se pode dizer é que essa ave Fênix era um exemplar único, raríssimo. Sendo assim, não tinha como reproduzir-se como as demais espécies. Isso não era problema, pois de suas cinzas surgia uma nova ave, semelhante ao exemplar que deixava de existir.
Na sua alimentação predominava raízes cheirosas e óleos de bálsamo.
Não lhe agradava muito a ideia de popularidade, nunca foi vista.  Nem mesmo por aqueles que relataram sua existência como Ovídio.
E o seu tempo de vida? O quíntuplo da vida de um corvo, cerca de 500 anos.
A Fênix detém penas vermelhas e douradas, seu tamanho estimava-se que seria o mesmo de uma águia.
Entre as descrições sobre a ave também são relatada certo ritual funerário:
A Fênix após possuir uma força considerável, constrói um pesadíssimo ovo de mirra e transporta os restos mortais de sua progenitora levando-as ao templo do Deus Sol (Rá) na cidade de Heliópolis no Egito.

A Grande e Poderosa Ave Fênix

Podemos observar que a Fênix está presente na cultura de diversos povos da Antiguidade (gregos, egípcios, chineses), contudo, o seu significado é sempre o mesmo: A crença de que não há um fim, mas sim, uma continuação. Resumindo, a crença da ressurreição.
Entre os gregos a ave detinha uma ligação com o Sol. Este era um espelho da Fênix na natureza: Nascia pela manhã e morria a noite, ressurgindo com o mesmo esplendor no dia seguinte.

A ave Fênix representaria a existência da ressurreição ou em uma "nova vida".

Dentro da mitologia egípcia a ave era representada por Benu (uma espécie de garça) que era ligada a ritual um de adoração ao Deus Sol Rá. Segunda a mitologia egípcia a ave teria surgido do fogo que ardia em uma árvore sagrada. A ave também sempre teve ligação com a estrela Sothis e esta está representada muitas vezes em suas imagens.
Entre os chineses a representação se difere um pouco da egípcia e da grega. Na mitologia chinesa a Fênix não ressurge das cinzas como as histórias da Grécia e do Egito, mas são representadas por um casal: Feng (Macho) e Huang (Fêmea) e assim representavam o poder do Império Chinês.
Outra versão na mitologia chinesa fala que a ave é batizada com o mesmo nome da mitologia grega e egípcia e que detinha o símbolo de felicidade e de inteligência.

Ficha Técnica do Cavaleiro de Fênix

Nome: Ikki de Fênix
Classificação: Cavaleiro de Bronze
Nascimento: 15 de agosto
Idade: 15 anos
Local de Nascimento: Japão
Altura: 1,75 cm
Peso: 62 kg
Treinamento: Ilha da Rainha da Morte
Mestre: Guilty
Armadura: Fênix (recebe a armadura de Leão)
Golpes: Golpe Fantasma de Fênix (espírito diabólico), Ave Fênix
Constelação: Fênix
Signo zodiacal: Leão
Deus que protege: Atena
 Dublador de Ikki na Série: Leonardo Camilo

Por hoje é só. Desde já agradecemos a visita, Abraços!

Fontes:





KURUMADA, Masami. Enciclopédia Cavaleiros do Zodíaco. [Tradução e adaptação Adriana Sada]. - São Paulo: Conrad Editora do Brasil, 2004.





www.abrademi.com - Cristiane A. Sato















Por: Lúcio Nunes e Fernanda Nunes

sábado, 16 de agosto de 2014

Arte com história: A síndrome de Dom Quixote


No seriado: Cada um vale o que é


Seu Mundinho passa muito tempo assistindo televisão e de tanto assistir começa a acreditar ser o Chapolin Colorado. Percebendo a gravidade da situação seus colegas de asilo buscam a ajuda de um médico. Depois, o verdadeiro Chapolin aparece e resolve se passar por consciência do velhinho para ajudá-lo a perceber que todos têm sua importância na vida, e que não precisa ser o Chapolin Colorado para ser uma pessoa boa.


Na história: Quem foi Dom Quixote?


A síndrome de Dom Quixote é um distúrbio psicológico onde a pessoa fica depressiva e tenta buscar um refúgio para fugir da realidade. Distorcendo tudo o  que ouve e vê.  A doença recebeu este nome em homenagem ao famoso personagem de Miguel de Cervantes.
Dom Quixote de La Mancha teve sua primeira publicação em Madri no ano de 1605. 
De tanto ler histórias sobre cavalaria e heróis que derrotavam vilões e honravam suas amadas, Dom Alonso Quixano, um fidalgo espanhol, passa a acreditar ser um cavaleiro medieval e decide sair em busca de novas batalhas.
Para isso, ele recorre a uma armadura antiga que fora de seu bisavô e se auto-intitula: Dom Quixote de La Mancha. Montado em seu cavalo, batizado de Rocinante. Seu objetivo é andar pelo mundo salvando donzelas, desfazendo injustiças, enfrentando dragões e gigantes.
É claro que não poderia partir sem eleger sua amada. Então, decide dedicar seu amor a uma camponesa que só conhece de vista e a chama de Dulcinéia Del Toboso. Passou a fantasiar que ela seria mais bela que todas as princesas dos livros.
Dom Quixote passou por maus bocados, levou surras, meteu-se em grandes apuros e voltou para casa todo machucado. Sua sobrinha, preocupada com a sanidade de seu tio, resolveu queimar todos os livros da biblioteca.
Enquanto todos acham que a estratégia da destruição dos livros havia sido um sucesso, Dom Quixote, pensando tratar-se de uma magia de algum cruel feiticeiro, resolve voltar à aventura, agora acompanhado do escudeiro Sancho Pança, um ingênuo lavrador que aceita seguir o fidalgo pela promessa de uma ilha para governar.
Juntos enfrentam várias alucinações: moinhos de ventos que são confundidos com gigantes; rebanhos de carneiros são confundidos com um exército.
No desejo de combater as injustiças do mundo e homenagear sua dama, o nobre personagem segue viagem enfrentando situações supostamente perigosas.Imagina gigantes em rodas-d’águas, vê um cavaleiro de elmo dourado em um barbeiro, ajuda criminosos a fugirem pensando estar libertando escravos. De suas desventuras, restam-lhes sempre os enganos, as surras, as pedradas e as pauladas.
Depois de tantas aventuras e desventuras D. Quixote resolveu voltar para casa. Depois de acordar de um longo sono, anunciou que a loucura o havia deixado e voltou a ser Dom Alonso Quixano.

Fonte de pesquisa:


Fonte de imagens:


Por: Fernanda Nunes

domingo, 10 de agosto de 2014

Os Cavaleiros e a Mitologia: Ban de Leão Menor

*Esse post contém spoilers.

Hoje no post especial dos Cavaleiros e a Mitologia apresentaremos Ban de Leão Menor.

Ban de Leão Menor.

Ban, o gigante de Leão Menor

Ban foi adotado pela fundação Graad para conseguir uma das armaduras sagradas para proteger a Deusa Atena.  Assim como os outros noventa e nove garotos adotados pela fundação, sorteou o seu destino para conquistar uma armadura sagrada. Ban sorteou o Monte Kilimanjaro na Tanzânia e foi confiado a lutar e conseguir a armadura sagrada de Leão Menor. 
Ban em ação na Guerra Galáctica.
É importante salientar que apenas dez garotos voltaram com vida de seus treinamentos e Ban foi um destes, retornando para o Japão após seis anos de treinamento com a armadura de bronze de Leão Menor.
O retorno de Ban justifica-se pelo torneio Guerra Galáctica, onde a sua primeira luta foi contra o cavaleiro Jabu de Unicórnio. O cavaleiro de Leão Menor começa a luta em grande vantagem, porém, permite que Jabu equilibre a luta e posteriormente acaba derrotado. Sentindo que sua técnica de luta é inferior aos cinco melhores cavaleiros de bronze, Ban, retorna ao monte Kilimanjaro para aprimorar suas técnicas.

O Retorno de Ban

Na batalha do Santuário, Ban derrotou diversos soldados rasos e ajudou a montar guarda para proteger a deusa Atena.            
Durante a Guerra Santa contra Hades, Ban de Leão Menor ajuda a proteger Seika irmã de Seiya de Pégaso do ataque do deus Thanatos.

Particularidades da armadura de Leão Menor

Armadura de Leão Menor.

- Esta armadura não possui nenhum atributo especial a não ser proteger os pontos vitais do seu Cavaleiro correspondente.

Outras Armaduras

Como seria se o cavaleiro de Leão Menor chegasse aos Campos Elísios e derrota-se Hades com a sua armadura divina? Vamos ver a armadura Kamui de Leão Menor (São denominadas Kamui as armaduras que protegem os deuses do Olimpo, apesar de serem chamadas de Kamui no anime, as armaduras divinas dos cavaleiros são as que mais se aproximam das armaduras dos deuses do Olimpo).

Armadura divina de Leão Menor.

Sabemos que os cavaleiros secundários não utilizaram em nenhum momento as armaduras sagradas dos cavaleiros de ouro, mas,  aqui eles terão a sua vez! Então apresentamos a vocês o cavaleiro Ban de Capricórnio.

Ban, com a armadura de Ouro de Capricórnio.

O Leão Branco: Da Crença Religiosa ao Mito Africano

Existe um leão que detém uma rara mutação do leão-sul-africano, é o leão branco. Ele possui uma particularidade genética chamada leucismo (pigmentação do corpo do animal) o que o diferencia de ser albino.
Filhote de Leão branco.
Essa espécie não possui qualquer diferenciação dos outros leões em relação à recepção da luz Solar ou alguma limitação fisiológica, a única diferença é que não conseguem se camuflar com facilidade. Seus pelos são extremamente claro devido a uma anomalia de seus genes, seus olhos são dourados ou azuis. Há o outro lado da moeda também, existem sim leões albinos e esses sim, possuem extrema limitação quanto a luz Solar e possuem olhos vermelhos.
Segundo crenças de religiões da África os leões brancos são sinônimos de prosperidade e abundância, sua presença também era atribuída a uma dádiva divina.  Segundo essas crenças, sua coloração diferenciada era devido a bondade que existe em cada ser humano.
Há uma lenda que conta sobre um asteroide que havia caído na Terra e uma mulher havia entrado nele, dias depois ela retornou sob a forma de uma leoa branca.

Leão Menor Na Astronomia

Leão Menor na astronomia é conhecido como uma constelação do hemisfério norte.

Ficha Técnica do Cavaleiro de Leão Menor

Nome: Ban de Leão Menor
Classificação: Cavaleiro de Bronze
Local de Nascimento: Japão
Nascimento: 30 de Dezembro
Idade: 15 Anos
Altura: 1,81m
Peso: 83 kg
Treinamento: Monte Kilimanjaro, Tanzânia
Mestre: ? ? ?
Armadura: Leão Menor
Golpes: Ataque Explosivo do Leão
Constelação: Leo Minor
Signo Zodiacal: Capricórnio
Deus que Protege: Atena
 Dublador de Ban na Série: Wellington Lima

Fontes:











Por: Lúcio Nunes